Ramos

agro
AGROPECUÁRIO – Cooperativas de produtores rurais ou agropastoris e de pesca, cujos meios de produção pertencem ao cooperado. Caracterizam-se pelos serviços prestados aos associados, como recebimento, armazenamento, industrialização e comercialização da produção conjunta, além da assistência técnica, educacional e social.
   
agro
CONSUMO – Cooperativas dedicadas à compra em comum de artigos de consumo para seus cooperados. Podem subdividir-se em fechadas ou abertas. As fechadas são aquelas que admitem como cooperados somente as pessoas ligadas a uma mesma cooperativa, sindicato ou profissão, que, por sua vez, geralmente oferece as dependências, instalações e recursos humanos necessários ao funcionamento da cooperativa. As abertas são as que admitem qualquer pessoa que queira a elas se associar.
   
agro
CRÉDITO – Cooperativas com o objetivo de facilitar o acesso dos associados ao mercado financeiro, com melhores condições que as instituições bancárias tradicionais. Elas promovem a poupança, o financiamento de necessidades e empreendimentos, entre outros benefícios oferecidos aos seus cooperados. Atua no crédito rural e urbano e geralmente engloba um grupo profissional ou econômico, podendo ser de livre admissão de cooperados.
   
agro
EDUCACIONAL – Cooperativas de profissionais da educação, de alunos, de pais de alunos, de empreendedores educacionais e de atividades afins. Este ramo pode ser composto, por exemplo, por cooperativas de professores, que se organizam como profissionais autônomos para prestarem serviços educacionais. Outro exemplo são as cooperativas de alunos de escola agrícola que, além de contribuírem para o sustento da própria escola, podem produzir excedentes para o mercado, mas têm como objetivo principal a formação cooperativista dos seus membros. As cooperativas do ramo educacional também podem ser copostas por pais de alunos, para propiciar melhor educação aos filhos, administrando a escola e contratando professores. 
   
agro
ESPECIAL – Cooperativas constituídas por pessoas que precisam ser tuteladas ou que se encontram em situações previstas nos termos da Lei 9.867, de 10 de novembro de 1999, como deficiência física, sensorial e psíquica, excondenados ou condenados a penas alternativas, dependentes químicos e adolescentes a partir de 16 anos em situação familiar difícil economica, social ou afetivamente. As cooperativas atuam visando à inserção no mercado de trabalho desses indivíduos, geração de renda e a conquista da sua cidadania.
   
agro
HABITACIONAL – Cooperativas constituídas com o objetivo de atender a demanda de seu quadro social em relação à moradia, atuando na construção,manutenção e administração de conjuntos habitacionais.
   
agro
INFRAESTRUTURA – Cooperativas que atendem direta e prioritariamente o seu quadro social, com serviços essenciais, como energia e telefonia. No Brasil, são mais conhecidas as de eletrificação rural, que têm por objetivo fornecer, para a comunidade, serviços de energia elétrica gerada pela própria cooperativa ou repassar a produção para as concessionárias.
   
agro
MINERAL – Cooperativas que atuam em toda cadeia produtiva de minerais, desde a pesquisa, extração, lavra, industrialização, comercialização,exportação até a importação de produtos minerais. 
   
agro
PRODUÇÃO – Cooperativas dedicadas à produção de um ou mais tipos de bens e/ou produtos, que detêm os meios de produção.
   
agro
SAÚDE – Cooperativas que se dedicam à preservação, recuperação e promoção da saúde humana. Este ramo abrange profissionais como médicos, enfermeiros, odontólogos e afins. 
   
agro
TRABALHO – Conforme a Lei 12.690/12, é a sociedade constituída por trabalhadores para o exercício de suas atividades laborativas ou profissionais, com proveito comum, autonomia e autogestão para obter melhor qualificação, renda, situação socioeconômica e condições gerais de trabalho. A cooperativa de trabalho pode ser de produção, quando constituída por sócios que contribuem com trabalho para a produção em comum de bens e quado ela detém, a qualquer título, os meios de produção; e de serviço, quando constituída por sócios para a prestação de serviços especializados a terceiros, sem a presença dos pressupostos da relação de emprego.
   
agro
TRANSPORTE – Cooperativas que atuam na prestação de serviços de transporte de cargas e passageiros. Atuam em várias modalidades, tais como: transporte individual de passageiros (táxi e moto táxi), coletivo de passageiros (vans, ônibus, outros), transportes de cargas (caminhão, motocicletas, furgões etc) e transporte escolar (Kombis, vans e ônibus).
   
agro
TURISMO E LAZER – Cooperativas que prestam ou atendem direta e prioritariamente o seu quadro social, com serviços de turismo, lazer, entretenimento, esportes, artísticos, eventos e de hotelaria.